Outros produtos

Ciberfraudes e como evitá-las

As fraudes da Internet são diferentes metodologias de Fraude, facilitadas pelos cibercriminosos na Internet. As fraudes podem acontecer de múltiplas formas – através de e-mails de phishing, redes sociais, mensagens SMS em telemóveis, chamadas de suporte técnico falsas, scareware e muito mais. O principal objetivo destes tipos de fraude pode ser o roubo de cartões de crédito, captar as credenciais e palavras-passe de início de sessão do utilizador e até mesmo o roubo de identidade.

Estas são as ciberfraudes mais comuns,

Fraudes de e-mail

As mensagens de e-mail e SMS que imitam a NortonLifeLock geralmente tentam criar uma sensação de urgência ao ameaçar debitar o seu cartão de crédito a menos que responda imediatamente. Podem também incluir avisos sobre definições de antivírus expiradas ou uma infeção no seu computador. A maioria inclui um pedido urgente para que contacte alguém, pedindo ao leitor que inicie sessão no site simulado, abra um anexo, ligue para um número de valor acrescentado ou responda enviando informações pessoais ou da conta.

Nunca clique em nenhuma ligação suspeita num e-mail. Reenvie os e-mails suspeitos como um anexo para spam@nortonlifelock.com.

Verifique se o e-mail que recebeu do Norton é legítimo na lista de domínios legítimos.

E-mail de amostra:

Sample email

Fraudes de suporte técnico

Algumas empresas fazem-se passar por fornecedores de suporte de software e alegam oferecer serviços de suporte de software em nome de grandes empresas de tecnologia para obter acesso e explorar as suas informações pessoais. Aproveitam-se da sua confiança fingindo estarem associados a empresas de boa reputação, explorando o medo de que o seu computador esteja infetado com vírus e malware. Muitos utilizadores gastam centenas de dólares em software inútil e serviços de suporte falsos, o que resulta em transferir inadvertidamente software perigoso que expõe os seus computadores aos vigaristas. Para obter mais informações, consulte o artigo Fraudes de Suporte Técnico.

Fraudes de redes sociais

As fraudes em redes sociais são uma série que publicações apresentada nos seus feeds de notícias, todas elas com o objetivo de fazer com que clique numa ligação que pode conter malware. Para saber mais sobre os diferentes tipos de fraudes de redes sociais, consulte o artigo Saiba mais sobre as fraudes de redes sociais.

Fraudes de aplicações móveis e SMS/TXT

As fraudes através do telemóvel podem surgir de muitas formas, mas a mais comum são as aplicações de phishing e fraudes de mensagens de texto. São criadas para parecerem legítimas, tal como os e-mails de phishing. É exatamente a mesma premissa, no entanto, em vez de e-mails, o malware é transferido através de uma aplicação falsa ou de uma SMS/TXT.

Sugestões e melhores práticas para evitar ciberfraudes

  • Não abra e-mails, nem clique em ligações e/ou transfira anexos de fontes suspeitas. 
  • Não acredite em ofertas irresistíveis. Se a acha que a oferta é demasiado boa para ser verdade, tem razão. 
  • Use a autenticação de dois fatores. Em conjunto com uma palavra-passe exclusiva e forte, nunca é demais adicionar uma camada adicional de segurança às suas contas online.
  • Certifique-se de que utiliza um software antivírus atualizado. Mantenha-se informado sobre os novos tipos de malware que estão em circulação.
  • Não responda a pedidos de informações pessoais ou palavras-passe.
  • Rejeite qualquer conselho ou ajuda não solicitada. Os vigaristas solicitam a sua ajuda para fornecer informações ou oferecem-se para o ajudarem, simulando ser agentes de suporte técnico.

Próximos passos se já foi vítima de fraude

  1. Altere as suas palavras-passe: do seu computador, de instituições financeiras, da sua conta Norton e de outros websites que visita protegidos por palavras-passe.
  2. Execute uma Análise Completa do Sistema para detetar vírus no seu computador.
  3. Use o Norton Power Eraser, que utiliza um método mais abrangente de análise do seu computador para detetar ameaças mais complexas que um antivírus tradicional não consegue detetar.
  4. Contacte a empresa que debitou a sua conta e peça um reembolso. Se não conseguir obter um reembolso da empresa, contacte o seu banco para comunicar o problema.
  5. Pode apresentar uma queixa junto da autoridade apropriada:

    Autoridades de Concorrência e Proteção do Consumidor em todo o mundo.

A solução facilitou a resolução do meu problema.

Sim Não

Ajude-nos a melhorar esta solução.

Obrigado por nos ajudar a melhorar esta experiência.

O que pretende fazer agora?

Procure soluções ou Contacte-nos.

DOCID: v105274822
Sistema Operativo: Android;Mac;Windows;iOS
Última modificação: 25/07/2022